quarta-feira, dezembro 29, 2010

Uma Contribuição para o ensino de sax no Brasil, Rubem Alves, João Alexandre e o cristianismo








Sax-brothers, desde ja agradeço a contribuição com meu método "Sax e sua Mecânica, um novo caminho para sua digitação". Fiquei bem feliz com a aceitação da proposta do trabalho. Meu muito obrigado, este ano de 2011 quero realizar workshops por várias cidades para falar bem mais do meu método, os meus últimos 6 meses foram de bastante trabalho em tocar em eventos fechados e esse ano quero agregar esses workshops para contribuir com a nossa comunidade saxofonística e quem tem o interesse de aprender mais e mais.




Quero dar minha contribuição critica para o ensino musical no Brasil. Esse blog nasceu da minha inquietação da forma antiquada de estudar musica em muitos lugares do nosso Brasil.

Quem não ouviu a seguinte afirmação ou algo do tipo:

"Poxa gostaria muito tocar um instrumento, mas aprender aquelas bolinhas é muito complicado"



Quando comecei a estudar musica, antes de pegar no instrumento, tinha que solfejar o bona e tinha que chegar até uma determinada lição, do tipo 60 antes de pegar no instrumento.

Uma pausa:

A Musicoterapia nos diz que um "instrumento é uma extensão do nosso corpo", quando decidimos tocar um instrumento, estamos nascendo para um novo mundo, quando uma criança nasce e tenta falar, você ja viu algum pai, mãe ou qualquer ser-humano dar um papel e tenta ensinar essa criança a ler para depois dizer suas primeiras palavras como mamãe ou papai?




Como vimos no video acima, a mamãe ensinando seu filho a falar e não a ler primeiro.

Porque os para se aprender sax ou algum outro instrumento de sopro, foge-se dessa observação que a vida nos ensina?




Você saxofonista, porque demora tanto para aprender a tocar algumas músicas, e um garoto que compra um violão e uma revistinha de cifras nas bancas, ou na na internet em poucas semanas realiza o propósito de uma pessoa que compra um instrumento, tocar uma música.


Porque o ensino do saxofone e isso pode se extendido para vários instrumentos de sopro, antes de tocar-falar, você precisa passar horas aprendendo a ler para depois falar, não seria mais estimulante falar primeiro, para depois aprender a ler?


"Se fosse ensinar a uma criança a beleza da música não começaria com partituras, notas e pautas.Ouviríamos juntos as melodias mais gostosas e lhe contaria sobre os instrumentos que fazem a música. Encantada com a beleza da música, ela mesma me pediria que lhe ensinasse o mistério daquelas bolinhas pretas escritas sobre cinco linhas. A experiência da beleza tem de vir antes". (Rubem Alves)




Quando fui a primeira aula musical na igreja, o grupo se iniciou com mais de 40 pessoas ávidas a aprender a tocar um instrumento, as semanas foram passando, as bolinhas foram ficando e passado alguns poucos meses só havia eu como aluno, existia mais bolinhas que pessoas, isso não te soa estranho meu amigo?


Vejam bem, minha critica não é a igreja, e nem aos irmão que na sua gentileza em contribuir para o Reino, ensinam da forma que aprenderam, também foram vitimas.


Quem ja não ouviu expressão como essa, ou algo parecido:

"Meu sonho era tocar sax, mas é muito complicado"


Porque um dos instrumentos mais desejados pelas pessoas, se tornam distantes do ponto de vista do aprendizado.



Apenas para os curiosos



Não estou contando do ponto de vista economico, sei que sax ainda é bem mais caro que um violão, embora os saxes chineses tem dado oportunidade a pessoas comprarem por um preço bem mais barato do que há 10 anos. E tem gente que fica possessa quando se fala em instrumentos baratos, elas não pensam nem um pouco na pessoa que suas condições financeiras permitiam comprar apenas esse instrumento, se é bom ou não, não podemos anular o fato que mais gente está tendo acesso a realizar seus sonhos musicais e sincero ao tocar saxofone chines e quantos não conheço que tem Selmer e são pessoas estranhas, preconceituosas e ainda falsos profetas da arte divina de Deus, aprisionando, projetando seu próprio eu em seus alunos, ora não é isso que Lucifer fez ao reproduzir seu próprio eu em 1 terço dos anjos, causando uma grande rebelião?




Cuidado para não se prostar a ideias e idéias que te aprisionam a finitude doente de um pecador seja seu professor à Coltrane.


Ser livre, é identificar a Imago Dei ( Imagem de Deus ) que é livre e a tudo lhe é possível, me recorro a um poeta da musica:



"O vento sopra onde quer,
ninguém sabe de onde ele vem,
e nem para onde ele vai no seu caminho...
Assim também viverá aquele que a Deus se entregar
E nunca, jamais, vai andar tão sozinho..."
João Alexandre


Ser livre, ser como vento, ter seu instrumento e sentir livre com ele para expressar o que quiser no seu caminho, tenho certeza que será bem feliz como músico.



Não estou incitando um analfabetismo musical, apenas inverter o processo, ensinem e aprendam a tocar, depois como escrever e a ler, pensem como fossem seus filhos, você ensina a falar depois a ler e a escrever o que falam. Tenho certeza que vamos crescer em números na nossa comunidade de saxofonistas.

Sax-borthers e amigos que acompanham o blog, teria muito para falar mas o texto seria extenso.


Quero desejar um feliz 2011 e espero sua presença sempre aqui no blog, e bater um papo em algum workshop por ai.


Grande abraço, muita fraternidade




Wagner Barbosa







e-mail:

wagner.barbosa@yahoo.com.br

msn

wagner_barbosa_sax@hotmail.com






4 comentários:

Anônimo disse...

olá WAGNER BARBOSA ,realmente se a cabeça dos nossos professores de música começarem à mudar quanto o ensino da teoria so depois que aluno domine o instrumento principalmente devido à nossa cultura vamos conseguir um maior numero de adeptos principalmente o sax parabéns pela iniciativa.

Andre Goes disse...

Olá Wagner, tudo bem? Cara, a primeira vez que te vi tocar foi na ExpoMusic junto com o Pixinga e toda a turma... Fiquei fascinado quando você começou a tocar! Parabéns mesmo! Parecia que eu tava na frente do Coltrane, hehe!!! E agora achei seu blog, li suas críticas e estou cada vez mais seu fã ok? Sou guitarrista, mas aprecio demais o sax, aliás, toco com um saxofonista num grupo de nome Re-Armonizando. Temos uma proposta de levar música e de alguma forma promover a justiça às pessoas, pensamos ainda em criar uma ONG para ajudar mais diretamente os necessitados. Parabéns pelo blog, pela atitude!!!

Shopnerkotha disse...

Nice and hard work. love your post. So i comment here. Thanks.
Saxophone Lessons

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/